Home / Games / A História de God of War e o Lançamento de Ascension

A História de God of War e o Lançamento de Ascension


O primeiro God of War, que teve início no PlayStation 2, foi lançado em março de 2005 e é baseado na mitologia grega.

O protagonista do jogo é o guerreiro chamado Kratos. A história faz parte de uma saga, com a vingança como tema central.

No primeiro capítulo, Kratos deve parar o deus da guerra, Ares, de destruir a cidade de Atenas encontrando a lendária Caixa de Pandora.

A história de god of war

Durante o jogo, o gamer descobre, em uma série de flashbacks, que Kratos foi capitão no exército espartano. Ele era um guerreiro a serviço dos deuses gregos do Olimpo. Um guerreiro feroz, que guiava seu exército através de muitas vitórias, até que ele se deparou com uma horda invasora de bárbaros. O espartano foi oprimido pelo grande número de inimigos, e estava prestes a ser morto pelo rei Bárbaro, quando, em um momento de desespero, ele clamou pelo deus da guerra, Ares, jurando ter uma vida de servidão a Ares, se este o livrasse da morte e lhe desse poder para acabar com os inimigos.

Ares ouviu a oração de Kratos e entregou as Lâminas do Caos (um par de lâminas anexadas em correntes, forjadas no fundo do Tártaro) ao seu novo servo. Kratos, então, retornou para confrontar o rei Bárbaro e vencer seu inimigo, decapitando-o. Com o passar do tempo, Kratos passou a liderar inúmeras guerras e, em todas, saiu vitorioso.

Ares, no intuito de transformar Kratos em um guerreiro perfeito e num servo leal, decidiu enganá-lo, assim, o deus da guerra colocou a filha e a mulher de Kratos na vila em que este travava uma batalha, e acabou matando as duas acidentalmente.

Após descobrir a artimanha de Ares, o guerreiro renunciou sua servidão ao deus. O oráculo, da destruída vila, amaldiçoa Kratos e anexa as cinzas de sua família morta em sua pele, fazendo com que sua pele fique branca. Agora conhecido como o “Fantasma de Esparta”, Kratos é atormentado por pesadelos do seu horrível ato e compromete-se a dez anos de servidão aos outros deuses do Olimpo.

[nggallery id=48]

Cansado, Kratos convoca Atena, que afirma a ele que se realizar uma tarefa final – o assassinato de Ares – será perdoado e libertado da servidão que lhe foi imposta. Atena então atribui a Kratos a tarefa de matar Ares, pois Zeus havia proibido a intromissão divina.

Kratos é guiado pela deusa Atena até a cidade de Atenas, que está sendo sitiada por escravos de Ares, para encontrar o oráculo. Encontrando o oráculo, Kratos descobre que a única maneira de matar Ares é localizando e usando a Caixa de Pandora, um lendário artefato que dá a um mortal poderes para matar um deus.

Após atravessar o Deserto das Almas Perdidas, Kratos convoca o Titã Cronos. Cronos possui o Templo de Pandora anexado em suas costas: um castigo imposto por Zeus a Cronos na Grande Guerra. Kratos escala o Templo durante três dias antes de atingir a entrada, e ao entrar supera uma série de armadilhas mortais e um exército de monstros. Kratos finalmente encontra a Caixa de Pandora, mas ao tentar sair do Templo com o artefato ele é assassinado por Ares. Enquanto um grupo de harpias leva a Caixa a Ares, Kratos cai no Hades (o inferno dos gregos). O guerreiro, no entanto, luta para sair do submundo com a ajuda do coveiro misterioso, escapa e retorna a Atenas.

Ao recuperar a Caixa de Pandora de Ares, Kratos a abre e usa o seu poder para tomar os poderes de um deus. Apesar de todos os esforços que Ares fez para acabar com Kratos, tanto fisicamente quanto mentalmente, incluindo ser despojado das Lâminas do Caos, perder os poderes divinos, lutar contra uma horda de clones e perder sua família novamente, Kratos sobrevive e mata seu inimigo com a lendária Lâmina dos Deuses.

A cidade é salva, Atena perdoa seus pecados, contudo, ela diz não poder remover seus pesadelos. Kratos, então, tenta cometer suicídio lançando-se no Mar Egeu, mas Atena intervém, dizendo que não cabia a ele tirar sua própria vida, pois tinha feito um grande ato ao matar Ares, assim, leva-o de volta para o Monte Olimpo e, como recompensa por seus serviços aos deuses, Atena lhe concede as Lâminas de Atena e Kratos se torna o novo deus da Guerra.

 

Foi recentemente anunciado o novo game da série – God of War: Ascension.

A trama, um prelúdio ao primeiro jogo, será o sétimo título da série God of War e mostrará a jornada de Kratos para vingar sua família, antes de se tornar o monstro conhecido como Fantasma de Esparta.

Pela primeira vez, a série contará com a opção Multiplayer para até oito jogadores, com variedades de modos, personagens customizáveis e armas e armaduras para destravar.

O novo game ganhou um vídeo que mostra este multiplayer. Veja abaixo a novidade:

O lançamento do jogo acontece no terceiro trimestre de 2013, para PlayStation 3.

Obs.: Por ser um game com publicação exclusiva da Sony Computer Entertainment, esse game só está disponível para os consoles PlayStation (ps2, ps3 e psp).

 

Lista de Posts recentes:
[PTP]posts[/PTP]

 

Sobre Paula Gaidzinski

Veja também:

NX-SA1 – A JVC traz um design arrojado em áudio portátil

Um aparelho de som portátil, com design arrojado e alta definição de áudio. Essa é …