Home / Cultura e Entretenimento / Ashton em 2 1/2 Men: Primeiras Impressões

Ashton em 2 1/2 Men: Primeiras Impressões

Charlie Harper está morto. Charlie Sheen (ainda) não. “Two and a Half Men” está definitivamente vivo!

Na última segunda-feira, 19 de setembro, estreou na TV americana a 9ª temporada da série, agora sem Charlie Sheen.

Desde que foi anunciada a entrada de Ashton Kutcher no elenco, estava com um pé atrás. Pra mim, a única coisa decente que ele tinha feito até então era o bocó Kelso em “That ‘70s Show”. De resto, só comédia babaca ou, pior, comédia romântica! Mas confesso que queimei um pouquinho a língua quando assisti “Efeito Borboleta” há umas duas semanas (Atrasado eu? Quase nada!).

Fã de carteirinha da série desde o inicio, deixei a desconfiança de lado, assisti a estréia da nova temporada e gostei!

(A partir daqui o texto contém spoilers. Portanto, se você não assistiu ainda, pare a leitura!)

O episódio começa com o funeral de Charlie. Ali estão presentes sua família, dezenas de ex-namoradas e sua noiva (?!) Rose, que explica que ele “acidentalmente” caiu na frente de um trem.

Assim como Charlie (o ator) mandou todo mundo passear e largou a série pra trás, os escritores rapidamente se despediram de Charlie (o personagem), sem sentimentalismo nenhum, o que funcionou muito bem e tem tudo a ver com o espírito da série.

Ficamos sabendo em seguida que embora Charlie tenha deixado sua casa para Alan, a mesma tem três hipotecas.  Alan, como bom sanguessuga quebrado que é, não tem condições de pagar. Assim, a casa é colocada à venda.

O personagem de Ashton Kutcher (Walden Schmidt) é apresentado na cena seguinte: Um bilionário que tomou bota da esposa e aparece no deck da casa de Alan após uma tentativa fracassada de suicídio.  Depois de choramingar pela perda da esposa, Walden e Alan vão ao bar onde normalmente víamos Charlie e Alan.

Conversa vai, conversa vem, os dois voltam para casa acompanhados. Pensei: “milagre, Alan vai se dar bem”! Só para em seguida tudo voltar a um cenário bastante familiar, com Walden indo para o quarto com as duas mulheres, no melhor estilo Charlie Harper de ser.

Na manhã seguinte, Walden diz pra Alan que vai comprar a casa. E termina o episódio com um “…to be continued”.

Assistido por 27,8 milhões de pessoas nos EUA, a estréia teve a maior audiência da história da série, o que já era esperado, considerando a curiosidade para saber como Two and a Half Men continuaria sem Charlie Sheen.

Na minha humilde opinião, os primeiros episódios serão cruciais para a continuidade do sucesso da série. Considero que este primeiro manteve o nível das temporadas anteriores, foi extremamente bem sucedido em apresentar o novo personagem e deixou um bom gancho para o episódio seguinte, onde provavelmente a dinâmica entre Alan, Walden e Jake será melhor apresentada.

Charlie Sheen fará falta, é fato. Mas vejo potencial, mesmo não indo com a cara do Ashton Kutcher.

Veremos o que nos reservam os próximos episódios!

 

Lista de Posts recentes:

[PTP]posts[/PTP]

Sobre carloshabermann

Veja também:

Experiência Alice

Venha mergulhar com a gente na exposição Experiência Alice

Está aberta ao público a exposição Experiência Alice no Shopping JK Iguatemi e tivemos a oportunidade de conferir com antecedência o que está por vir.