Home / Falando Curto e Grosso / Em Ritmo de Fuga (Baby Driver) tem melhor som e melhor trilha sonora
em ritmo de fuga

Em Ritmo de Fuga (Baby Driver) tem melhor som e melhor trilha sonora


Em Ritmo de Fuga (Baby Driver). O título não é nada favorável à esse grande filme, mas esqueçam, em ritmo de fuga não se apeguem a isso.

Sinopse

O jovem Baby (Ansel Elgort) tem uma mania curiosa: ele precisa ouvir músicas, o tempo todo, para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Mesmo assim, o rapaz revela-se uma motorista excelente, e começa a trabalhar para uma gangue de criminosos. Quando um assalto a banco não sai como planejado, ele cai na estrada.

O dia dia de Baby é regido por música, a escolha do ritmo é feita através do seu estado emocional. Uma narrativa que sem a música, não existiria, elas unificaram-se de uma forma tão peculiar, nesse longa, que seria impossível dissociar.

Sabe quando o som do filme parece ter sido pensando antes mesmo do roteiro? Lucrecia Martel, é esse o nome do gênio dessa técnica e pode ter sido referência para Edgar Wright. Pois é, adoro filmes assim e esse seria perfeito para as minhas referências de roteiro.

Suspense, ação, drama e comédia num só filme, mas no tempo e ritmo certo para a desenvoltura do arco dramático da história, com uma paleta de cor rica, uma arte e uma fotografia (Bill Pope) belíssima, que muitas vezes te transporta para outra época, mesmo sabendo que você está em um momento mais atual, mas tudo para bailar com a melhor trilha.

em ritmo de fuga

Som, Arte e fotografia pensadas para que o espectador viaje na magia do filme. E sem esquecer da montagem precisa de um plano ao outro…

Você é muito f***, Edgar Wright!

Edgar Wright, sabe trabalhar a mise-en-scène, os atores e a sonoridade são conduzidos como um Ballet, tudo se resume em tempo e ritmo.

Como diz Sam Adams, Slate “até as metralhadoras atiram na mesma batida da trilha sonora”. Concordo! E pode anotar aí: esse longa será um dos melhores filmes do ano de 2017.

Os momentos de fuga a pé e com os carros, as poucas sequências de planos e os vários belíssimos e perfeitos planos-sequência de tirar o fôlego, já valem o ingresso.

Para quem gosta de filmes de ação com muitas reviravoltas inteligentes, música boa e atuações belíssimas, esse filme tem tudo a ver com você. Não deixem de ver e de prestigiar Edgar Wright, esse realizador competente e comprometido com o cinema.

Em Ritmo de Fuga (Baby Driver). O título não é nada favorável à esse grande filme, mas esqueçam, não se apeguem a isso. Sinopse O jovem Baby (Ansel Elgort) tem uma mania curiosa: ele precisa ouvir músicas, o tempo todo, para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Mesmo assim, o rapaz revela-se uma motorista excelente, e começa a trabalhar para uma gangue de criminosos. Quando um assalto a banco não sai como planejado, ele cai na estrada. O dia dia de Baby é regido por música, a escolha do ritmo é feita através do…

Avaliação Geral

Em Ritmo de Fuga

User Rating: Be the first one !

Sobre Rosana Moreira

Cineasta formada pela Academia Internacional de Cinema. Produtora desde 2008, dirigiu o curta metragem "4:23" em 2016, "Dissonantes" em 2017. Fez assistência de direção no curta metragem "Olhos Vivos" direção de Kayo Perez (2016), Produziu o curta metragem "Sueli" direção de Christian Monassa (2016) e produziu o filme "W'arana" direção de Christian Monassa - rodado em 2017 na Amazônia.

Veja também:

Blade Runner 2049

Blade Runner 2049 – Denis Villeneuve honrou a obra de Ridley Scott?

Blade Runner 2049 é a continuação do filme que há 35 anos foi gravado por Ridley Scott e, agora, pelo diretor canadense Denis Villeneuve