Home / Cultura e Entretenimento / Conheça Gabriel Xavier, o criador da paródia “Faroeste Caboclo – O Rei Leão”

Conheça Gabriel Xavier, o criador da paródia “Faroeste Caboclo – O Rei Leão”

Todo mundo já deve ter visto ou ouvido falar sobre a paródia de “Faroeste Caboclo – O Rei Leão” que invadiu a internet nas últimas semanas. Um vídeo que usa a famosa música da Legião Urbana para contar a saga de Simba, no filme animado da Disney.

Mas o que pouca gente sabe é quem é o criador por trás dessa criativa versão.

Seu nome é Gabriel Xavier, editor de vídeos que nos deu uma entrevista para contar mais sobre ele, suas inspirações e seus projetos.

[youtube video=”fLQ1EnvH8SQ” width=”600″]

Central 42 – Você tem uma página no Facebook e um canal no Youtube sobre montagens/edição em vídeo. Quando começou a criá-las? Qual foi sua inspiração?

Gabriel Xavier

Gabriel Xavier – Eu me interessei por filmagem e edição lá pelos meus 10, 11 anos (com uma câmera velha que meu pai tinha). Desde então sempre pesquisava sobre o assunto e brincava muito de “fazer vídeos”. Depois de um tempo já tinha certeza que queria trabalhar nessa área. Fazer um canal no Youtube foi algo mais recente, em 2010, que criei apenas para divulgar alguns vídeos que fazia por diversão, mas levando a edição a sério. Achei que seria uma boa oportunidade para mostrar meus trabalhos para outras pessoas que não fossem apenas da minha família (rs). E quem sabe, assim, conseguir um emprego por aí.

Acabou dando certo. Um cara, dono de uma produtora, curtiu meu trabalho e me chamou. Foi a oportunidade que tive para trabalhar na área de edição. “Sem querer querendo”, mais pessoas começaram a gostar dos meus vídeos e eu comecei a produzir mais conteúdo, especialmente para o canal.

C42 – Em seus vídeos vemos que tem muita criatividade e um timing perfeito para sincronizar a música e imagem com muito humor. É demorada a concepção dos vídeos, desde sua ideia até o resultado final? Qual seu processo de criação?

GX – Cada vídeo demorou um tempo. Alguns demoraram uma semana, outras duas.  Alguns demoraram mais, como por exemplo, os dos clones (Mundo de Bobby e Castelo Ratimbum), que levaram 1 mês. E o último do Rei Leão demorei bastante, porque não conseguia ter um tempo longo disponível pra parar e fazer. Tinha semana que nem dava tempo para fazer nada, então acabei levando uns 3 / 4 meses assim.

Para criar os vídeos acabo sempre pensando em algo que eu gosto (algum desenho, música, filme, seriado), ou pego assuntos em evidências e tento transformar em algo diferente, inusitado e/ou divertido.

C42 – Vimos nos vídeo do Faroeste Caboclo – Rei Leão que toca e canta. Pretende criar mais vídeos dessa maneira? E já que estamos falando do Faroeste Caboclo – Rei Leão, muitas pessoas estão compartilhando o vídeo pela internet no Facebook e em vários blogs. Você imaginou que o vídeo ia bombar na internet? E como foi o processo de criação da paródia deste vídeo?

GX – Sinceramente eu não esperava que o vídeo fosse tão assistido assim.  Fiquei feliz com a repercussão, porque além de ter dado um trabalhão, foi algo que fiz com muito gosto, muito carinho. Sempre tento nos meus vídeos fazer algo que eu gostaria de assistir por ai.  Se surgir alguma ideia boa, talvez eu faça mais sim (hahaha).

Rei Leão marcou minha infância. Eu assistia muito quando era criança, sabia todas as músicas de cor. Já fazia um tempo que queria fazer alguma coisa com ele. Então me lembrei da música Faroeste Caboclo e pensei que poderia ficar interessante trocar a história narrada na música pela a do filme.

C42 – Vimos que esse vídeo foi copiado para outros canais, não dando visualização à sua página. Você acha que isso contribui para a divulgação do artista ou é um “tipo de pirataria”?

GX – Com certeza essa não é a melhor forma para divulgar o trabalho da galera do Youtube. Quando alguém pega um vídeo de um canal e, coloca em outro, acaba tirando as visualizações, as curtidas e os comentários do vídeo original, que são coisas que acabam nos incentivando muito a querer produzir mais e melhor. Além disso, quando visto do canal original, a pessoa tem oportunidade de conhecer os outros trabalhos.

C42 – Quais são seus projetos que ainda estão por vir?

GX – Infelizmente, por enquanto, ainda não tenho o tanto de tempo disponível que eu gostaria para desenvolver mais conteúdo. Mas meu desejo é poder me dedicar cada vez mais ao meu canal. Então o melhor jeito de acompanhar meus projetos é se inscrevendo no canal e curtindo a fanpage no Facebook.

C42 – Quer deixar um recado para nossos leitores, projetos, jabá? O espaço é seu.

GX – Gostaria de agradecer as pessoas que tiram um tempo pra assistir, comentar, curtir e compartilhar os meus trabalhos! Espero continuar correspondendo às expectativas. Agradeço também o interesse do blog Central 42 em saber um pouco mais da minha história. Muito obrigado!

C42 – Nós que agradecemos o seu tempo para essa entrevista. Parabenizamos por seu talento e desejamos sucesso em sua carreira. Pode apostar que a Central 42 estará aqui divulgando seu trabalho.

[message]INFORMAÇÕES[/message]

Para ver o trabalho do Gabriel Xavier e ficar por dentro dos seus projetos, acompanhe através do Facebook e em seu canal do Youtube.

 

Sobre Emerson Lara

Cinéfilo. Colecionador de filmes, séries, quadrinhos, action figures. Fundador e Editor chefe do Central 42.

Veja também:

Natal Iluminado

Natal Iluminado traz espetáculo cultural emocionante

Natal Iluminado promete um emocionante espetáculo que integra projeção mapeada, teatro, dança, circo, música ao vivo e coreografias aéreas.