Home / Cinema / Entre nós – um filme premiado que vale ser visto

Entre nós – um filme premiado que vale ser visto

Cartaz_Oficial_menorEntre Nós. Quando citado, o nome me remete à peça que foi a pouco muito difundida em escolas no Pelourinho-BA, tendo como protagonistas Igor Epifênio e Anderson Dy Souza. Peça que trata da relação entre dois amigos, que se veem envolvidos emocionalmente quando tentam dar vida a história de um casal gay e, por fim, aborda com leveza assuntos como homofobia, sexualidade e muitas questões da adolescência. É bem diferente do filme que irá estrear no próximo dia 27 no cinema nacional, apesar da sua abordagem, também, jovem que trata de assuntos bem diferentes da temática homossexual e de seus paradoxos.

O filme relata a história de seis amigos, todos são escritores, que no auge de suas vidas resolvem fazer um pacto. E, neste momento, enterram em uma caixa de madeira suas cartas, para serem abertas após 10 anos.

[youtube video=”VjMwef-iP9k” width=”600″]

A questão é que, ainda no início do filme, acontece uma tragédia. O personagem Rafa (Lee Taylor) assim que sai deste encontro com os amigos, decide dirigir, estando levemente embriagado. E em meio a uma brincadeira com Felipe (Caio Blat), Rafa se desespera na pista e capota o carro. Passado 10 anos depois, o grupo se encontra para fazer a abertura das cartas, e vêm à tona muitos segredos e desejos antigos do grupo.

Neste tempo alguns se casaram, tiveram filhos, enquanto outros ficaram apenas na vontade das duas coisas ou de uma delas.

Felipe passa todos estes 10 anos guardando um grande segredo, que esconde até mesmo de sua esposa Lucia (Carolina Dieckmann), que tem uma queda antiga pelo personagem Gus (Paulinho Vilhena), muito amigo de sua confidente Drica (Martha Nowill) que é casada e apaixonada pelo crítico literário Cazé (Júlio Andrade), este que não quer ter filhos, e se vê como critico geral de toda a turma.

A produção venceu três prêmios na edição de 2013 do Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro: melhor roteiro (Paulo Morelli e seu filho Pedro Morelli); melhor atriz coadjuvante para Martha Nowill e melhor ator coadjuvante, por menção honrosa dada pelo júri, para Júlio Andrade.

É isso mesmo, o filme “Entre Nós” é um premiado que vale a pena ser visto. Por isso não percam.

Imagens do Tapete Vermelho que aconteceu no Cinemark Iguatemi em São Paulo no dia 17 de março.
[justified_image_grid preset=14 ng_gallery=89]
Carolina Dieckmann e Maria Ribeiro convidam os leitores da Central 42 a assistir Entre Nós
[youtube video=”f8jFcllFwBk” width=”600″] [youtube video=”5AW3fb_DEVs” width=”600″]

Entre Nós

Direção de Paulo Morelli e codireção de Pedro Morelli
Estreia em 27 de março
Estrelado por Carolina Dieckmann, Caio Blat, Paulo Vilhena, Maria Ribeiro, Julio Andrade, Martha Nowill e Lee Taylor

 

Sobre Camila Phoenix

Mãe, Esposa, Cristã, Professora, Amante nipônica, Apaixonada por filmes, Curiosa por natureza, Fala pelos cotovelos e Escreve com a Alma.

Veja também:

produtor la film

Produtor de “Clube dos Cinco” dá chance de ver seu projeto de cinema

Evento gratuito dá a chance de apresentar seu projeto para produtor do filme “Clube dos Cinco” e “ Tomates Verdes e Fritos” Andrew Meyer!