Home / Falando Curto e Grosso / Falando Curto e Grosso sobre “Divergente”

Falando Curto e Grosso sobre “Divergente”

divergente_cartaz_BR “Às vezes ser diferente pode ser perigoso”
 

Minha paixão pelo cinema proporcionou a oportunidade de poder expressar, em palavras, o que sinto ao ver determinado filme.

Divergente é baseado no livro, de mesmo nome, da autora Veronica Roth, que é seguido por mais dois títulos (Insurgente e Convergente). O tema é sobre como ser diferente – “pensar fora da caixa” – pode ser perigoso para quem está no poder de uma sociedade que prefere pessoas que pensem como eles desejem e não se rebelem.

O filme relata com mais sutileza, em comparação ao livro, de como a personagem Beatrice “TRIS” (atriz Shailene Woodley) lida com a decisão de ir para um caminho diferente do esperado pelos seus pais e da sociedade. Superando cada obstáculo e usando o medo como ferramenta para enfrentar os desafios.

Muito raramente um filme consegue passar com tantos detalhes o que o livro passa, porém este conseguiu mostrar o principal: o desafio de ser uma pessoa diferente; de não ser uma coisa ou outra ou poder ser ambas; alguém que opina, que discorde, que não se deixa levar pela multidão e que raciocina por si próprio; mostra como os líderes de uma sociedade se aproveitam das pessoas fazendo com que pensem iguais e que não tenham a capacidade de questionar e ir atrás dos seus direitos, que não enxerguem que algo possa estar errado ou que precisem mudar.

Divergente consegue, também, passar o lado engraçado e romântico que o livro mostra. Um típico casal adolescente com suas ironias e complicações, enfrentando juntos uma sociedade e tentando fazer a diferença para conseguir um futuro melhor.

O diretor Niel Burger consegue passar uma realidade de um provável futuro, do nosso mundo, somado a um romance, deixando o filme mais leve e gostoso de assistir.

Como uma mulher apaixonada por filmes e livros, indico ambos.

Classificação: BOM

[youtube video=”B_fty0k6SNI” width=”600″]

Divergente (Divergent)

Sinopse: Em uma Chicago futurista, onde as pessoas estão divididas em cinco facções com base em suas personalidades, uma adolescente descobre que ela é divergente — uma pessoa que não se encaixa em qualquer uma das facções — e logo descobre segredos em sua sociedade aparentemente perfeita.
Direção: Neil Burger
Elenco: Shailene Woodley, Theo James, Ashley Judd, Jai Courtney, Ray Stevenson, Zoë Kravitz, Miles Teller, Tony Goldwyn, Maggie Q e Kate Winslet.
Gênero: Ação / Aventura/ Romance/ Ficção Cientifica
Duração: 2h19min
Distribuidora: Paris Filmes
 

Sobre Isabella Sposito

Estudante e futura bióloga. Sinto e permito-me viver o imprevisível. Nos filmes permito-me sonhar e imaginar, sendo uma das minhas fontes de inspiração.

Veja também:

Corra

Thriller Corra! (Get Out) é um angustiante filme de terror

O thriller Corra! (Get Out) não veio só para mostrar a sua cor. Veio, também, para mostrar que um novato diretor pode sim ter uma estreia esplendorosa.