Home / Falando Curto e Grosso / Falando Curto e Grosso sobre “Sombras da Noite”

Falando Curto e Grosso sobre “Sombras da Noite”

Uma das dobradinhas mais famosas do mundo do cinema (Depp/Burton) está de volta apostando na escuridão, no mundo dos vampiros e na comédia, junção que se encaixou muito bem na composição da história e dos personagens. Tem vampiros, paixões “mela cuecas”, lobos, mas passa longe (ainda bem) daquela saga chatinha que conhecemos.

Sombras da Noite é um ótimo trabalho de elenco e diretor, divertido e levando o público às risadas inesperadas. Mesmo com alguns absurdos (exageros que já conhecemos de Tim Burton) é uma fita acima da média.

A trama começa no século XVIII e mostra uma família que sai da Inglaterra e vai para os Estados Unidos levando com eles uma terrível maldição. Barnabas Collins é um pequeno jovem, rico e que vive confortavelmente com sua família em uma cidade americana. Já na fase adulta, o jovem playboy derrete os corações das jovens com seu charme. Só que ele não sabia que uma delas era uma poderosa bruxa (Angelique) e, após despedaçar o coração desta jovem, é amaldiçoado, transformando em um vampiro e enterrando vivo. Alguns séculos mais tarde, Barnabas é libertado de sua ‘prisão’ e assim, surge nos dias modernos, no começo meio perdido, depois firme e forte para buscar vingança.

A grande sacada de Burton e companhia é inserir a comédia num contexto de dramalhão antigo. Aproveitaram a ótima deixa, que consiste em trazer um indivíduo do passado para o presente, e rechearam a fita com personagens intrigantes, que no meio do filme viram uma espécie de super-heróis, tornando fácil a empatia do espectador (de qualquer idade) com a história e automaticamente com cada detalhe que é usado para chegar ao clímax da trama.

sombras da noite 2

O elenco é excelente e tem ótimos nomes como: Johnny Depp, Michelle Pfeiffer, Helena Bonham Carter, Eva Green, Jackie Earle Haley, Jonny Lee Miller, Chloë Moretz e Christopher Lee.

Dizem que Burton e Depp se repetem. Aos que pensam assim, por favor, revejam os filmes da dupla, cada qual com sua história, cada qual com seu sentido. Impossível sustentar essa teoria. Pode ser uma questão de ponto de vista, mas muitos pegam no pé desta dupla. Seus bobões deixem os créditos para os que tentam fazer algo original e um mundo tão superficial em que vivemos.

É assim que se faz filmes de vampiros. Não precisa ter amanheceres e nem crepúsculos para o filme ser legal.

Classificação: BOM.

Sombras da Noite (Dark Shadows)

Sinopse: No ano 1752, Barnabas Collins comete o grave erro de partir o coração da bruxa Angelique. Ela então o condena a um destino pior do que a morte: o transforma em um vampiro e depois o enterra vivo. Dois séculos depois, Barnabas é libertado por engano de seu túmulo e entra no mundo bastante diferente de 1972.
Direção: Tim Burton
Elenco: Johnny Depp, Michelle Pfeiffer, Helena Bonham Carter, Eva Green, Jackie Earle Haley, Jonny Lee Miller, Chloë Moretz, Gulliver McGrath, Christopher Lee, Alice Cooper.
Gênero: Terror
Duração: 113 min.
Distribuidora: Warner Bros.
 

Sobre Marcio Tarantino

Veja também:

Soundtrack banner

Soundtrack – Filme nacional com cara de produção hollywoodiana

Soundtrack - Filme nacional com cara de produção hollywoodiana. Selton Mello está excelente. Produção de Júlio Uchoa, Selton Mello, Seu Jorge e 300ml.