Home / Falando Curto e Grosso / Falando Curto e Grosso sobre “Círculo de Fogo”

Falando Curto e Grosso sobre “Círculo de Fogo”


pacificrim_cartaz_BR_02Círculo de Fogo é basicamente aquilo que a gente já esperava mesmo: um filme de efeitos especiais com mechas e monstros saindo na porrada e destruindo a cidade. É o que se espera do filme e é o que ele te oferece. Nada mais.

Eu realmente gostaria de ter imergido mais na onda do filme, até porque eu gosto de mechas e tokusatsus, mas Círculo de Fogo não me encantou como eu esperava. Achei bem decepcionante. Cenas grandiosas e um visual espetacular, mas com lutas repetitivas, além de personagens rasos em atuações fracas e uma história bem “naquelas”.

Visualmente o filme é soberbo e mantém aquele alto padrão de qualidade do Guilhermo Del Toro com suas criações. Os robôs gigantes (Jaeger), assim como todas as instalações e habitações humanas, são sujos; há um excelente uso de cores; o visual dos Kaijuu é muito bem realizado; e, o mais importante, a movimentação dos robôs e monstros é muito realista.

Apesar de um bom espetáculo visual, achei que o filme carece de um algo mais. Um motivo maior dos acontecimentos ocorrerem.

A história do filme é basicamente essa: Abre um portal no fundo do mar de onde saem monstros gigantes que querem destruir a humanidade e, então, são construídos mechas para enfrentá-los.

Pronto. É isso. Qualquer trama paralela criada ali não me convenceu e só serviu para dar o tempo necessário do filme e tentar dar uma maior profundidade. Não vi nenhuma cena inspiradora ou de cair o queixo, tal como a cena do navio usado como bastão, que parecia tão grandiosa no trailer e que não passa de uma cena a mais sem impacto.

Acredito que uma continuação teria um potencial bem maior, já que não precisaria explicar o cenário e os personagens e poderia expandir mais esse universo tendo mais coisas interessantes, mas acho difícil, pois o filme foi bem abaixo do esperado na bilheteria.

Mesmo com a minhas ressalvas negativas, acredito que o filme agrade a maioria e você pode ir assistir de boa, eu só esperava mais desta pornografia tokusatsu do Del Toro.

P.S.: Breve em DVD e Blu-Ray.

Classificação: REGULAR

[youtube video=”6l1AT8bmfiY” width=”600″]

Círculo de Fogo (Pacific Rim)

Sinopse: Quando legiões de criaturas monstruosas, conhecidas como Kaiju, surgem dos mares, uma guerra que tomará milhões de vidas irá consumir os recursos da humanidade por anos até seu fim. Para combater o gigante Kaiju, um tipo especial de armamento foi desenvolvido: centenas de robôs, chamados Jaegers, que são controlados simultaneamente por dois pilotos cujas mentes estão ligadas por uma ponte neural. Mas mesmo os Jaegers estão se mostrando indefesos contras os incansáveis Kaiju. À beira da derrota, as forças em defesa da humanidade não têm outra escolha a não ser se voltar a dois improváveis heróis – um isolado ex-piloto (Charlie Hunnam) e outro novato não formado (Rinko Kikuchi) – que formam a equipe que pilotará um lendário, mas obsoleto, Jaeger do passado. Juntos, eles são a última esperança da humanidade ante o apocalipse iminente.
Direção: Guillermo del Toro
Elenco: Charlie Hunnam, Rinko Kikuchi, Ron Perlman, Idris Elba, Burn Gorman, Charlie Day, Robert Maillet, Clifton Collins Jr., Heather Doerksen , Herc Hansen, Jake Goodman.
Gênero: Ação
Duração: 131 min.
Distribuidora:  Warner Bros.
 

Sobre Marcio Tarantino

Veja também:

Tempestade

Tempestade – Planeta em fúria é filme B com cara de A

Um filme B com cara de A: Tempestade – Planeta em fúria é um filme que traz o tema aquecimento global e o fim do planeta, de novo.