Home / Falando Curto e Grosso / Feito na América traz Tom Cruise em filme baseado em fatos reais

Feito na América traz Tom Cruise em filme baseado em fatos reais


Feito na América, longa dirigido por Doug Liman (A Identidade Bourne), se passa na década de 1980, Feito na Américanos EUA e onde ocorriam várias atividades ilegais sob os narizes dos presidentes Ronald Reagan, George H.W. Bush e do, então, governador do Arkansas, Bill Clinton.

O filme, que é baseado em fatos reais (mesmo com pequenas alterações), conta a historia de Barry (Tom Cruise) que trabalha na aviação civil e que, seduzido por uma proposta, digamos bem tentadora, passa a trabalhar para a CIA como fotógrafo, mas acaba conquistando, também, a confiança dos Cartéis de Medellín e Cali. Se assistiu Narcos, vai incluir esse personagem na trama instintivamente.

Cruise interpreta um pai de família divertido e dedicado, capaz de fazer qualquer coisa para dar uma vida melhor a eles. Usando todo seu conhecimento, sendo bem audacioso, passa a ser um herói (?) ou “o gringo” que resolve, entrando em uma das histórias mais fantásticas vividas na história recentemente.

Você sabe que, eventualmente, a ruina virá para Barry Seal (caso contrário a história não renderia um filme), mas quer muito que ele escape ileso, só mais uma vez.

Assim como eu, quem espera ver Cruise em suas performances, com as já famosas aventuras como dublê vai se divertir, porque o filme também conta com uma pegada cômica, misturando aventura, suspense e ação. Porém, sem aqueles pulos em arranha-céus e explosões. Um cuidado que o diretor, Doug Liman, soube dosar para que o personagem não parecesse alem do que realmente necessitava.

Além de Cruise, temos no elenco Sara Wright (Minha Casa Caiu), como Lucy Seal, Caleb Landry Jones (X-Men: Primeira Classe, Corra!), respectivamente esposa e cunhado de Barry.

O panorama político da época está bem contextualizado e a fotografia de Cesar Charlone (“Cidade de Deus”) ajuda a dar mais realismo.

Feito na América é um filme que entretém, valendo a pena assistir.

E, claro, ver Tom Cruise, que ainda nos arranca suspiros com seu charme de eterno Top Gun.

Sobre Rose Canal

Atriz formada na escola de Teatro Porto Alegre e com vários cursos de cinema e teatro. Amante das artes, da música, fiz pontas em filmes e mini séries.

Veja também:

Blade Runner 2049

Blade Runner 2049 – Denis Villeneuve honrou a obra de Ridley Scott?

Blade Runner 2049 é a continuação do filme que há 35 anos foi gravado por Ridley Scott e, agora, pelo diretor canadense Denis Villeneuve