Home / Saúde e Comportamento / Indecisão, pra que lado eu vou?

Indecisão, pra que lado eu vou?

O despertador começa a tocar. Você sabe que está na hora de levantar e se arrumar pra ir trabalhar. Mas porque não dormir mais 5 minutos, não é mesmo? Você sabe que seu relógio está adiantado de propósito…

Será que você deve fazer isso? Você sabe que sem isso, todo dia iria chegar atrasado ao trabalho… E aí, descansa mais 5 minutos ou levanta logo e vai tomar um banho?

Esse tempo gasto, decidindo se dorme mais ou não, já perdeu o sono e devia estar no banho.

Corre pro banheiro, se enfia embaixo do chuveiro e, enquanto toma banho, já vai pensando que roupa vai vestir, certo? Aí levamos em consideração o clima: Está frio ou calor? Vai chover? Hoje tem reunião? E quando você menos espera, aquele ponto de interrogação enorme ocupa o lugar de todos os seus pensamentos.

Vamos lá, sem entrar em pânico. Abra seu guarda roupa, olhe pela janela, confira o tempo no jornal da manhã e vá eliminando as opções…

E como toda pessoa indecisa, arranja opções novas pra ocupar o lugar das que já foram resolvidas e que o façam voltar à estaca zero.

Como um homem que se preze, você não irá passar por todo esse problema logo pela manhã (ok, alguns sim… a maioria não). E para você mulher, agora sim, entre em pânico.

Já começaram os seus problemas com indecisão logo cedo?! Calma, seu dia nem começou…

Depois de ficar pelo menos uns 20 minutos encarando seu guarda roupa como se ele fosse te mostrar a solução, você escolhe qualquer coisa, possivelmente algo que não se encaixe em nada do que você queria, mas tudo bem.

Você toma seu café da manhã (claro, tem que rolar a indecisão entre café ou suco ou leite) e vai correndo pro trabalho…

Para algumas pessoas o dia já começa assim: Cheio de dúvidas.

Mas o que faz o ser humano pensar tanto nas opções que tem ou deixa de ter? Porque é tão difícil decidir entre coisas tão pequenas, que não fazem a menor diferença em nossas vidas?

Sem perceber nós fazemos isso. Você pode negar, mas faz que eu sei. Porque o que seria da vida sem escolhas? Por menor que sejam?

É impossível alguém ter tanta certeza de tudo que faz, de saber o que é certo e errado.

Viu? Certo e errado são opções. E o que é certo pra você pode ser errado pra mim e vice-versa…

E hoje em dia, o que mais se vê por ai são pessoas cheias de si, dizendo que o que elas pensam é o certo. Algumas até o convencem sem você perceber e isso nos leva a mais indecisão. Quando alguém interfere em nossos ideais, rola aquele conflito interno, em levar em consideração o que os outros falam ou pensam de nós.

Pessoas indecisas têm muito disso, em levar em consideração o que os outros falam. De ouvir e absorver todo tipo de informação, acabando numa rua cheia de bifurcações sem saber pra onde ir.

Foi aí que achei esse texto incrível – uma autoajuda mesmo – para pessoas indecisas, como eu, refletirem sobre o assunto: Indecisão: Por que às vezes é tão difícil fazer escolhas?, do site Somos Todos Um e de autoria de Patrícia Gebrim.

Este texto mostra algumas situações da vida em que precisamos fazer escolhas. Tendo como resposta, que nos perdemos de quem de verdade somos e daquela força natural de vida que nos leva a escolher.

Deixo uma dica aqui: Façam o que eu digo, não façam o que eu costumo fazer, pois sou a pessoa mais indecisa que vocês possam conhecer, e demorei pra achar as palavras certas e escrever esse texto.

Então por favor, reflitam bem no que acabaram de ler, sim?

 

Lista de Posts recentes:
[PTP]posts[/PTP]

 

Sobre Carolina D.

Artista viciada em DIY e rock n'roll, modelo alternativa, gamer e fã de filmes de terror. Sempre por dentro das ultimas novidades do submundo underground em São Paulo. E viva o ROCK!!

Veja também:

Líder em cosméticos naturais, orgânicos e veganos estará na 11ª Beauty Fair

Entre os dias 05 e 08 de setembro a Surya Brasil estará presente na 11ª …