Home / Saúde e Comportamento / [Atualizado] Jaleco Fashion Statement

[Atualizado] Jaleco Fashion Statement

[Atualizado em 10/06/2011 às 13h10]

Um dia após o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionar lei que proíbe o uso de jalecos e aventais por profissionais da saúde fora do ambiente de trabalho, a reportagem do Terra flagrou médicos e estudantes de Medicina vestindo as roupas de proteção em ruas próximas ao Hospital das Clínicas. A lei, de autoria do vereador Wadih Mutran (PP), tem como objetivo evitar a contaminação dos pacientes.

Pela lei publicada ontem no Diário Oficial do Estado de São Paulo, “ficam todos os profissionais de saúde que atuam no âmbito do Estado proibidos de circular fora do ambiente de trabalho vestindo equipamentos de proteção individual com os quais trabalham, tais como jalecos e aventais”. Quem desobedecer à lei estará sujeito a multa de dez Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (UFESP) – o que equivale a R$ 174,50. Em caso de reincidência, a multa será dobrada.

Muitas pessoas, profissionais de saúde, questionaram sobre nosso texto abaixo. Bom. Pelo jeito não estávamos falando nenhuma besteira, não é mesmo?

*fonte Terra

Acompanhando no Facebook uma discussão sobre o uso dos Jalecos fora dos hospitais, originada a partir da matéria do Rainha Vermelha do Scienceblogs condenando o uso dos jalecos na rua, percebi que algumas pessoas desorientadas defendem o uso do instrumento de proteção nos mais diversos ambientes. Trabalhei durante anos perto da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, e várias vezes vi ratazanas de assustar gatos da raça Maine Coon atravessando a Rua Dona Veridiana sob o cálido sol da manhã, convivendo com profissionais de saúde incríveis e seus jalecos maravilhosos.

Maine Coon

Na Idade Média, na época da peste bubônica, os médicos usavam jalecos, máscara, etc… quanto mais sujo o jaleco, mais sambado, significava que o profissional tinha feito batalha, era escolado, um cara bem confiável… Alguns séculos depois, no século 19, percebeu-se que o jaleco limpo não espalhava doenças, e os jalecos passaram a ser brancos e quanto mais limpos, melhor era o médico.

O jaleco hoje é um símbolo de status, e os bordados com o nome da instituição são parte importante disso! Um jaleco branco, simplesmente, já diferencia os pacientes dos profissionais de saúde, já um jaleco com o logo de um hospital famoso, uau! Fashion Statement Alert! Trata-se de um profissional com um curriculum de dar inveja!!!

Cabe ressaltar, que a função do jaleco é proteger tanto o profissional de saúde como seus pacientes de agentes patogênicos, portanto, ao usar o jaleco na rua, no restaurante ou no metrô, o profissional de saúde coloca seus pacientes sob risco de levar um pouco mais do que aquilo pelo que pagou, ou seja, alguns agentes patogênicos que pegam carona no instrumento de proteção usado como acessório de moda e agente de autoafirmação.

Tenho certeza que em algum lugar na grade de ensino dos anos que um profissional de saúde leva para se formar, consta uma matéria que explica técnicas de assepsia e os motivos de sua existência. Profissionais de saúde, vamos lembrar das aulas e colocá-las em prática, quem sabe assim menos pessoas venham a sucumbir à septicemia?

O que vocês acham? Comentem.

Lista de Posts recentes:

[PTP]posts[/PTP]

Sobre Central 42

Veja também:

Líder em cosméticos naturais, orgânicos e veganos estará na 11ª Beauty Fair

Entre os dias 05 e 08 de setembro a Surya Brasil estará presente na 11ª …