Home / Josiane Vargas / O verdadeiro Horror atrás do Terror

O verdadeiro Horror atrás do Terror


SEXTA 13E eis que finalmente chega mais uma Sexta-feira 13!

E qual é a melhor coisa para se fazer na noite de sexta-feira 13? Sentir aquele calafrio e o medo que só um bom filme de terror pode nos dar.

Mas desta vez, não iremos apenas falar de filmes de terror, mas sim do verdadeiro horror por trás daquela tão famosa história que quase todos sabemos como começa e como geralmente termina.

Sabemos muito bem que serial Killers e cinema geralmente são a combinação perfeita para o sucesso. Quando falamos de cruéis assassinos de filme de terror, quais nomes lhe vêm em mente?

Talvez, Normam Bates, de Psicose? Ou quem sabe Leatherface, de O Massacre da Serra Elétrica? Ou então o famoso Dr. Hannibal Lecter, de O Silêncio dos Inocentes? Já sei, o famoso Pennywise, de It, Uma obra-prima do Medo?

E se desta vez, deixássemos os personagens de lado, e simplesmente mergulhássemos nas reais histórias, conhecendo alguns dos maiores Serial Killers de todos os tempos? Este é meu convite de hoje.

Todos os filmes citados são baseados em fatos reais de serial killers que você jamais desejaria conhecer, e que amedrontaram (e muito) o mundo real.

O Verdadeiro Pennywise
Gacy (2003)

gacyJohn Wayne Gacy Jr.

Este é um famoso serial killer, apelidado de O Palhaço Assassino. Gacy, um empresário bem sucedido do estado de Illinois que assassinou friamente 33 adolescentes e enterrou um a um bem debaixo de sua casa.

Gacy, filme de 2003 é baseado na história real do serial killer.

“Kiss My Ass” (Beije minha Bunda) – Última frase dita por Gacy, antes de ser executado.

Henry: Retrato de um Assassino (1986)

HenryHenry Lee Lucas

Foi considerado um dos maiores serial killers americanos, que matou, nada mais nada menos, do que aproximadamente 600 pessoas.

E é sobre ele que é o filme “Henry: Retrato de um Assassino”, onde conta a história de um rapaz que vive com seu ex-colega de prisão e sofre de distúrbio que o leva a matar pessoas de maneira horrenda. Ele encontra duas pessoas que também sofrem de perturbações psicológicas e que são atraídas pela violência.

O longa é uma verdadeira exibição da crueldade humana crua.

“Matar alguém é como caminhar pela rua. Se eu quisesse uma vítima, eu ia lá e tinha uma.” Henry Lee Lucas.

O Massacre da Serra Elétrica, Psicose, O Silêncio dos Inocentes, quem realmente está por trás desses filmes inspirando o perfil de seus serial killers?

Ed Gein – o Serial Killer (2000)

Ed GeinEdward Theodore Gein

Mais conhecido como Ed Gein, foi responsável por uma série de atrocidades e mutilações, onde após sua prisão, a polícia pode encontrar em sua residência crânios humanos empilhados sobre um dos cantos da cama; Pele humana transformada num abajur e usada para estofar assentos de cadeiras; Peitos usados como seguradores de copos; Crânios usados como tigelas de sopa; Um coração humano (o local onde se encontrava é alvo de discussões: alguns afirmam que estava numa panela no forno, outros que estava num saco de papel); Puxador de janela feito de lábios humanos; Cinto feito com mamilos humanos; Pele do rosto de Mary Hogan, proprietária da taberna local, encontrado numa bolsa de papel; Meias feitas de pele humana; Caixa com vulvas, que Ed confessou usar, entre muitas outras bizarrices.

Realmente, este serial killer inspirou e inspirará muitos personagens do cinema.

O filme, relata sua trajetória e vale muito a pena ser assistido.

“Quando vejo uma garota bonita andando na rua penso em duas coisas. Uma parte minha quer sair com ela, conversar, ser legal de verdade e carinhoso e tratar ela direito. Mas a outra parte sempre se pergunta: que aparência teria a cabeça dela cravada em uma estaca?” Ed Gein.

The Gray Man (2007)

Gray manAlbert Fish

Pouco citado no cinema, Fish, é muito conhecido na psicologia e na criminologia. Também está entre os mais macabros serial killers do século 20.

O filme, sem sensacionalismo barato, traz um detetive dedicado tentando capturar o serial killer que rapta, abusa, mata e, ocasionalmente come crianças, não deixando nenhum vestígio para trás. Verdadeiro canibal.

Tenha certeza de que se formos comparar a Albert Fish, Hannibal Lecter é um santo.

Sua última frase foi: “A emoção suprema, a única que nunca experimentei” Albert Fish

Dahmer – Mente Assassina (2002)

dahmerJeffrey Lionel Dahmer

Dahmer assassinou 17 homens e garotos. Seus crimes eram extremamente hediondos, com estupro, necrofilia e canibalismo.

O filme retrata fielmente a vida de Jeffrey Lionel Dahmer, serial killer conhecido como Canibal de Milwaukee. Um dos mais cruéis assassinos. Estupro, necrofilia e canibalismo são o foco desse filme baseado em um dos homens mais perversos do mundo.

“Eu fiz a minha fantasia de vida mais poderosa do que a minha vida real.” Jeffrey Dahmer

Ted Bundy (2002)

Ted BundyTheodore Robert Cowell

Bundy foi um dos mais temíveis serial killers da história dos Estados Unidos na década de 70. Com uma infância perturbada, ele iniciou a sua carreira criminosa assassinando e estuprando as suas vítimas.

Era charmoso, comunicativo, de boa conversa e palavras convincentes, que lhe ajudariam a seduzir e eliminar mulheres em uma matança desenfreada.

O filme conta detalhadamente a história de Theodore Bundy, serial killer que matou mais de 30 mulheres.

“Eu quero dominar a vida e a morte.” Ted Bundy.

Existem muitos outros filmes que poderiam entrar na lista, quem sabe em outra oportunidade, afinal este tema tão sedutor e cruel intriga muitas pessoas.

E você, conhece algum filme baseado em algum psicopata que ficou de fora desta lista? Conta pra gente, que eu prometo assistir ao filme!

Sobre Josiane Vargas

Sou a Josiane Vargas, apaixonada por cinema, colecionadora de filmes, seriados e actions figures de terror.

Veja também:

Surpresa

Nestlé Surpresa retorna em versão Ovo de Páscoa

O desejado Nestlé® Surpresa está de volta! Em versão ovo de Páscoa, o delicioso chocolate ao leite vem acompanhado por um álbum e 10 cards colecionáveis.