Home / Esporte / Saiba como foi a 16ª Adventure Sports Fair

Saiba como foi a 16ª Adventure Sports Fair

A 16ª edição da Adventure Sports Fair reuniu cerca de 50 mil pessoas na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo. Entre quinta-feira (15/5) e domingo (18/5), 140 expositores mostraram ao público destinos preparados para a aventura, atividades, produtos e lançamentos em vestuário e equipamentos, carros customizados e muitas novidades. Além disso, inúmeros seminários e palestras sobre temas como sustentabilidade foram realizados.

O evento foi espetacular, para se maravilhar muito com o que foi apresentado.

Muitos esportes foram divulgados e foi possível, também, praticá-los, como por exemplo:

  • A prática de “Snowboard”, pena que não havia nenhuma neve, uma rampa que podia ser usada para os modelos;
  • Área para praticar manobras de Skate e andar em modelos novos de Longboard, também contando com oficinas para estes equipamentos;
  • Um tanque, ou um container, por assim dizer, para praticar o mergulho. Equipamentos como roupas e tanques de ar estavam sendo expostos e vendidos para o publico em geral que gosta de praticar tal esporte;
  • Também havia um esporte pouco conhecido, mas muito divertido – o “Slackline” – que consiste em uma fita elástica ligada em dois pontos e o seu objetivo é se equilibrar e andar de um ponto ao outro, mas também é possível fazer manobras nesse esporte;
  • Outro esporte para prática foi o caiaque, também com uma área reservada com uma piscina para o “Caiaquing” e o “Stand Up Paddle”;
  • Sem contar também com áreas para você se jogar de uma tirolesa, praticar escalada, até uma versão diferenciada do “Bungee Jump”, o “Quick Jump” (se pudesse praticar Bungee Jump, eu não hesitaria em ir).
  • Um bônus para que o público em geral pudesse experimentar foi um simulador de voos.

Esportes e aventuras à parte, nessa feira havia carros esportivos, modelos alternativos para dunas e para neve, aeroplanos, buggys, bicicletas ultra leves, pranchas com novas tecnologias, quadriciclos e até jipes com cabanas e artigos de sobrevivência.

Tirando esse lado cheio de adrenalina, quem quisesse conhecer algum lugar novo que queira relaxar ou praticar alguns desses esportes, ah meu amigo, havia uma vasta área de agências, companhias de viagens mostrando destinos, preços e até experiências únicas. “Não quer ir para o exterior?” Sem problemas, vamos ver o Brasil em sua pura beleza no Turismo e seus atrativos e até em seu Ecoturismo, contendo nesse evento diversas palestras, sobre lugares para se conhecer no Brasil e lá fora.

Fazendo viagens para o Pantanal Mato-Grossense, Niterói e suas belezas, Serra da Tiririca, Caverna do Diabo, Ilha do Cardoso, Abismo Anhumas, diversos lugares lindos e maravilhosos para se ver no Brasil, temos pessoas que estão em sua zona de conforto nas cidades, mas que tal fazer uma viagenzinha, uma mudança de rotina e ver a beleza de tais lugares… Se quiser algo a mais, tinha opções como Argentina, Chile, Bolívia, um completo tour na América Latina, mas tinha um “Plus” nessa feira, como lugares lindos e maravilhosos, Noruega e até o mar Caribenho, Barbados foi bem dito lá, já que a ilha se pode curtir o mar do Caribe do lado oeste e o oceano Atlântico do outro para a prática de surf.

A Adventure Sports Fair deu um show e certamente esperamos que ela melhore ainda mais.

[justified_image_grid preset=14 prettyphoto_theme=light_rounded lightbox=prettyphoto mobile_lightbox=photoswipe lightbox_max_size=large exclude=11892]

 

Sobre Thomas Ramos

Sou Thomas, me chame de Tom, aqui você lê romance e dramas, conheça um pouco a mente de um poeta louco.

Veja também:

74% dos brasileiros usam as redes sociais durante viagens

Pesquisa da TripAdvisor mostra que viajantes estão diariamente conectados a mídia social para planejar e …