Home / Cultura e Entretenimento / Sexta-feira 13: você tem medo de quê?

Sexta-feira 13: você tem medo de quê?


Helloooo peopleeee (não há jeito melhor de começar um texto para vocês se não for assim né?)!!

Bom, se você ficou se perguntando “Por que diabos essa louca escreveu isso?” vou explicar brevemente: Para aqueles que não me conhecem – ou seja a grande maioria de vocês – meu nome é Samantha Drago Vlassis, sou gaúcha/grega, advogada e colecionadora de DVDs há 5 anos. Em 2008 criei um blog (Sammy´s DVD Collection) para postar fotos das edições favoritas da minha coleção e em 2010 comecei a fazer vídeos para o YouTube, sendo que sempre começo os tais vídeos com “Hello People!”. Agora que está tudo explicado vamos ao post:

Imagino que os leitores que já me conhecem saibam do meu gosto por filmes violentos, com sangue e/ou de terror. E mais: creio que seja este o motivo pelo qual fui convidada para escrever o post de hoje, Sexta-Feira 13!!

Para começar a justificar essa minha preferência pelo gênero acho bacana voltar aos anos 80, quando meus pais compraram o primeiro videocassete deles, e falar sobre o fato de que eles só alugavam filmes de Terror… É gente, posso dizer que esse meu gosto venha “de berço” mesmo, pois fui criada vendo filmes sangrentos e assustadores desde criança…

Na minha casa não havia aquela estória de “filme de adulto” x “filme de criança”, assim, todos os VHS alugados eram assistidos pela família inteira!!! Lembro bem da primeira vez em que assisti Poltergeist: minha mãe achou ridículo eu ter ficado assustada ao ver Children of the Corn, resolveu me mostrar o que era realmente assustador – confesso que não dormi direito por dias, afinal eu tinha apenas 7 anos de idade na época – e, graças à ela, o filme é um “marco” de terror na minha infância.

Enfim, saindo um pouco desse momento “Túnel do Tempo”, acho interessante destacar que não foi apenas “ambiente” o fator relevante me fazer gostar tanto do gênero mas também a sensação que sempre tenho ao ver um filme de terror pois foi esse “feeling” que me conquistou: A grande verdade é que para me agradar não precisa de muito não: uma boa dose de sangue e um volume excessivo de sustos já é a fórmula perfeita para um filme me conquistar! Mas não é sempre assim, pois já assisti filmes com poucos sustos, quase nada de sangue, e me senti tremendamente “presa” à narrativa… Acredito que seja uma questão particular e bem subjetiva, mas aposto que muita gente tenha dito (ou pensado): “Eu também!!”

E que tal colecionar terror no Brasil, hein? Tough one, né? Haha.. Pois é, os leitores que apreciam filmes assim devem saber da imeeeeensa dificuldade que é encontrar muitos e muitos títulos que deveriam ser mandatoriamente lançados por aqui e não foram! É amigos, eu sei bem como é e posso dizer para vocês que foi o motivo da minha primeira compra na Amazon.com: o box Nightmare on Elm Street. E o mesmo com o box Friday the 13th, cujo primeiro filme não consta na edição brasileira! Não irei me estender nessa questão mas a lista poderia ser bem significativa.

Nossa, já falei um monte sobre os motivos de gostar desses filmes, e até um pouquinho sobre colecionismo, mas ainda não dividi com vocês os nomes dos meus favoritos! Vou reparar isso agora, encerrando o texto com uma lista que vai tornar a Sexta-Feira 13 dos amigos bem interessante:

Algumas indicações básicas, um “must watch” do gênero (clique nos nomes para ver os trailers):

Bom gente, essa lista poderia ser gigante mas não quero exagerar aqui! Muito obrigada por terem lido o texto e espero demais que tenham gostado!! Desejo uma Sexta-feira 13 assustadora a todos vocês e não deixem de assistir um filme de terror hoje, hein!! Ahhhh E escrevam nos comentários quais filmes recomendam para hoje!!!

YOU are the best!! (é, se comecei com o “hello people” era de se esperar o “you are the best” no final, né?)

=)

 

 

Lista de Posts recentes:

[PTP]posts[/PTP]

Sobre Central 42

Veja também:

Natal Iluminado

Natal Iluminado traz espetáculo cultural emocionante

Natal Iluminado promete um emocionante espetáculo que integra projeção mapeada, teatro, dança, circo, música ao vivo e coreografias aéreas.