Home / Soltando Farpas / Soltando farpas no “Sambô”

Soltando farpas no “Sambô”

soltando farpasNossa… Vergonha alheia…

Fui lá no Youtube procurar o tal do “Sambô”, que um amigo me disse pra não ver.

Cliquei em “Sunday Bloody Sunday”, do U2, pra ver o que eles iam fazer com uma das maiores músicas do século XX.

Começou com uma imitação mediana, aceitável, normalzinha do riff de introdução.

Aí o cara começa a cantar… ai ai ai… já começou mal no vocalize inicial, com aquele estilão afetado com modulações da voz que mais parecem ânsia de vômito, típico de cantorezinhos pop medíocres. E vai afetado a musica toda.

É de chorar…!!!

Depois a banda toda entra tocando. Cagou-se tudo. É um show de mediocridade e chatice.

O vocalista vai mal, errando a letra o tempo todo e trocando palavras do inglês por um “embromeichoum” bem mequetrefe.

A interpretação é a pior parte: primeiro que “Sunday…” é uma música triste, trágica, cheira de ira e reatividade, que narra a tristeza e os horrores de um bombardeio ocorrido na Irlanda na década de 70… e os caras da banda passam a música inteira dando aqueles sorrisinhos marotos e piscadinhas para a câmera, típicos dos grupinhos nojentos e melequentos de pagodinho moderno.

“… broken bottles under children feet…”… e os cabras rindo…!!!
“… and mother, children, brothers, sisters torn apart…” e os meninões dando piscadinhas pra a câmera…!!!
“… bodyes strewn across the dead-end street…” e os palhaços gargalhando…!!!

Resumindo: um show de mau gosto musical, mediocridade, ignorância e burrice cultural e histórica.

Isso sem falar do público ridículo batendo palminhas e sassaricando atrás do palco.

[youtube video=”NK1YY9l8vDQ” width=”600″]

 

Sobre Rogério Portela

Rogério Portela é nascido em São Paulo, casado,pai babão, geógrafo, professor, cinéfilo, músico guitarrista amador, judoca, ex-escoteiro, ex-colecionador de quadrinhos, fã de música (boa) principalmente rock n' roll, leitor contumaz de filosofia, sociologia e temas que botem em cheque nossas certezas ou a falta delas.

Veja também:

Eu digo não à sexualização de nossas crianças

Paulo Guiraldelli publicou em 24/04/2014 uma matéria em seu site pessoal com o título “Sexo …