Home / Falando Curto e Grosso / Uma Mulher Fantástica é lindo filme sobre ser quem você quer ser
Uma Mulher Fantástica banner

Uma Mulher Fantástica é lindo filme sobre ser quem você quer ser


Uma Mulher Fantástica, do diretor chileno Sebastián Lelio é a história de Marina (Daniela Vega), Uma Mulher Fantásticauma transexual que trabalha como garçonete e sonha em ser uma cantora lírica.

Ela tem sua vida revirada, depois de perder o namorado Orlando (Francisco Reyes) repentinamente após um mal-estar súbito, justamente no dia do seu aniversario.

Com um olhar mais profundo, ela nos conduz para o universo feminino e delicado da sua rotina, nos mostrando a triste realidade violenta e preconceituosa, depois que a família de Orlando tenta impedir que ela vá ao funeral.

A narrativa do filme consegue nos deixar próximos da personagem, sendo conduzidos para dentro do seu drama, torcendo por ela.

Tive a impressão que a direção deu total liberdade para atriz conduzir a personagem à sua maneira, já que Daniela Vega é transexual, emprestando muito da sua história pessoal e da sua luta por ser aceita como é.

O tema da violência física é pouco explorado no filme. Marina trabalha, estuda, namora, canta divinamente, se diverte. Ela é uma mulher corajosa, determinada e completa.

A frase que a define, que não esqueci, foi:

 “Soldado que levanta, volta pra Guerra”

Uma Mulher Fantástica se passa em Santiago – Chile e somos levados para todos os cantos, num passeio pela cidade e, algumas cenas, nos presenteiam com a visão das Cordilheiras, sempre ao fundo.

Sendo o Chile o país onde tudo acontece, não ficou para trás menção aos tempos da Ditadura. Orlando é cremado no mesmo crematório onde o ditador Augusto Pinochet fora cremado, em dezembro de 2006.

“E o senhor, que empurra o corpo de Orlando para o forno foi, na vida real, o mesmo que empurrou o de Pinochet”

Sebastián Lelio usa formas, cores, luzes néons, algo entre kitsch e o universo transexual. Ainda há uma bela apresentação da protagonista com muita coreografia, o que faz dela uma Diva. E ela é!

Uma Mulher Fantástica é o que se vê.

Um filme para debater e entender. Sobre a coragem da escolha individual, de ser quem você quer ser diante de tanta intolerância, preconceito e do medo que o outro sente pelo diferente.

O filme levou o Urso de Prata de melhor roteiro no Festival de Berlim de 2017, e, nos Estados Unidos, Uma Mulher Fantástica é visto como possível indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

E há um burburinho, na crítica americana, sobre a possibilidade de Daniela ser indicada ao prêmio de melhor atriz. Eu já estou na torcida!

Sobre Rose Canal

Atriz formada na escola de Teatro Porto Alegre e com vários cursos de cinema e teatro. Amante das artes, da música, fiz pontas em filmes e mini séries.

Veja também:

Tempestade

Tempestade – Planeta em fúria é filme B com cara de A

Um filme B com cara de A: Tempestade – Planeta em fúria é um filme que traz o tema aquecimento global e o fim do planeta, de novo.